quinta-feira, julho 17, 2008

O Sorriso Dispensado



Faz-me falta aquele teu sorriso bondoso
Poisado em mim e nas coisas
Aquele brilho que transformava
Quadrados em círculos
Afastava a mais dura ferrugem
Cobria o mais denso nevoeiro
Com limalha de estrelas cadentes
Paciência não é a minha maior virtude!
Há que dizê-lo
Ainda que o lastime.
Foi-se e o que agora me revelas é escuro...
Ficou um riso nervoso e cínico
Um olhar cheio de vazio
E um coração marmeado
Permaneceu um silêncio irado
Capaz de implodir a mais tímida ponte.
O meu sorriso continua
Menos envolto no teu
Mais pobre portanto!
Com jogos de sombras...
O meu sorriso alimentava-se e era pão para o teu
Se calhar mais ninguém os via
Mas observei eu
No encontro daqueles sorrisos sincrones
Explodiam amores-perfeitos na berma dos passeios.

Virá o dia em que o teu sorriso já não me fará falta
Assemelhar-se-á a um selo esbatido num envelope antigo
Nesse momento serei mais livre
Lamentarei menos o teu sorriso metamorfoseado
Mas infinitamente mais despido
Porque permanecerá apenas o meu sorriso luminoso
Resistente ao hipotético sorriso dispensado por ti
E que poderíamos ter descoberto em percursos paralelos...


Morgana

20 comentários:

Anónimo disse...

Gosto das imagens que encontras e transformas
Gosto das imagens que constrois com letras e virgulas

Beijocas

Sofia

Anónimo disse...

Bom dia Morgana,
acredito que haja sorrisos em particular que te façam falta.
Compra uma caixinha e poe dentro de ti todos os sorrisos que encontrares...uns vai vê-los com frequencia, no dia a dia, e não precisas de ir lá, à caixinha, buscar. Outros não verás com tanta frequencia e ai sim, podes ir lá revê-los.
De certeza que existirão sorrisos guardados que com o tempo se vão desvanecendo e acabam por desaparecer, seram sorrisos com menos importancia.

A caixinha só deve ser preenchida com sorrisos e recordações boas. As lembranças más...não as deixes entrar....


Beijo

T.

Anónimo disse...

O teu sorriso será sempre muito luminoso.
Os sorrisos dispensados é que são a sombra.
Confia na vida. Ela vai trazer-te sorrisos com a luz do teu.

Beijos

Quim

Anónimo disse...

Desde que te conheço que espalhas luz. Acho até que poderias ser um candeeiro municipal....ah, ah, ah!!!!
Agora a sério, continua a ter a tua postura rebelde e positiva, que faz de ti uma pessoa tão inesquecivel.

Um abraço

Graça

Anónimo disse...

"O meu sorriso alimentava-se e era pão para o teu" - metáfora bonita para cumplicidade. É mesmo isso: alimentamos e somos alimentados!
És demais miúda- sempre a criar...
Beijos

Nuno

Anónimo disse...

Amiga linda sorri sempre e coloca definitavemente na sombra quem empobrecer o teu sorriso.És das pessoas mais honestas, autênticas que conheço. Contigo, para além de transparente e fácil de ler, é sempre fácil saber com o que se conta.E mais, quando tentas disfarçar, os teus olhos falam por ti! Também sei que feliz do Homem que prender a tua admiração - é um sortudo. Estará ao lado de uma mulher de MMM grande.
Paciência amiga é um dom que devias cultivar.

Um abraço, dois abraços, três abraços meus da cidade da Luz - Paris

J.

Anónimo disse...

Vi o teu email e vim logo cá. Belo Poema. A Penélope se te conhecesse teria comprado um tear eléctrico e hipotecado a casa(gargalhada sonora tua- ouça-a daqui)
Com que então passaste dos abraços grátis para sorrisos a meia luz!
"Miúda, tira a mão do queixo não penses mais nisso" Jorge Palma que tanto adoras.
Eu estou sempre aqui, fada sininho-é só mandares uns pós teus de prilimpimpim

Sérgio

Anónimo disse...

Tu que moras em frente a um grande jardim, tens razões para sorrir ao sol e à lua, va benne?

Se cuida, viu?

beijinho beijinho

Márcia

gaivota disse...

é para sorrir aos nossos bens mais essenciais que estamos e andamos por cá... e com jardim e espaços verdes, melhor ainda!
beijinhos

Anónimo disse...

Ó miuda linda tenho 3 coisas para te dizer:( e ouve com atenção pq é como la resitence : "I only say this once")

- primeiro não lamentes nada. Porque luz o teu sorriso estará lá sempre e existem Reis capazes de a comtemplar. O resto agradece os desencontros...deixam o caminho livre para quem realmente interessa. ( mais nada!!!)


- segundos: não acredito que não vais com a malta para Ibiza e nos vais trocar por um cruzeiro? ÉS MÁ COMO LEITE SEM CHOCOLATE!!!!!!!!!!!!!!!

- terceiros: estou há um ano esperando um café!!!!!!!!!! Braga vem no teu mapa? Acredito que estejas sempre numa correria mas não consegues um tempinho para vir conhecer a minha casa nova, ó pestinha?????!!!!!!!!!!!!!

Tenho dito

Bjs

Filipe das iscas de bacalhau
( risos cúmplices)

Maruca com L disse...

Amiga... lembras-te concerteza de me ouvir dizer vezes sem conta que sou uma priveligiada nesta vida. Uma das razões pelas quais o digo és tu, ter-te conhecido, ter-te como uma das minhas duas melhores amigas.
Quanto a este sorriso fugido, foi mais um degrau na escadaria que te leva àquele sorriso que um dia vai chegar e ficar para sempre.
Beijo grande e maruco.

Anónimo disse...

Uma das coisa que mais admiro em ti é que tudo em ti é criatividade.
Quando estás triste
Quando estás feliz
Quando estás espantada
Quando estás desiludida
Quando estás baralhada,
aproveitas sempre para criar textos, poemas, danças, canções.
Continua assim minha doce amiga porque é impossível esquecer-me de alguém tão especial como tu.

Dois abraços grátis como sei que tanto gostas

São ( Ericeira)

Anónimo disse...

Tenho saudades de passar uma tarde a rir contigo. Parabêns pelo poema. Gostei muito

Bjs

Anita

Anónimo disse...

Foi uma pena na sexta não ter podido aparecer. Sentimos a tua falta e da tua gargalhada cheia

Manta do Gato

Anónimo disse...

Amiga beijinhos cheios de saudades tuas. Quando vens à Ericeira?

João T.

Anónimo disse...

É um poema triste- nem parece teu!
De ti esperava, ao veres o teu sorriso menos luminoso, que olhasses o céu cheio de aves, o mar cheio de ondas, o vento que acaricia as folhas, a criança que ri com vontade de uma formiga de patas pró ar...

Recarrega baterias e traz a luz que tanto gosto de volta

Bjs avulso

Afonso

Anónimo disse...

Gotinha de água, prepara-te e depois é só deixares fluir as palavras e o pensamento.

Beijinhos


Sofia

Anónimo disse...

Fo..da..se.

Até eu senti o poema.



Afonso.

Judith disse...

amiga, estas tuas palavras deixaram me assim como dizer... olha bem pra mim e vais perceber, olha sim, estou longe mas nem tanto assim, isso mesmo por cima do teu ombro, tenho o queixo pousado nele e sinto te, tua alma me deixa nua mais uma vez... Ju

Anónimo disse...

Amiga, amei o texto!... Aqui vai o meu sorriso à la Petit Prince!...