segunda-feira, maio 28, 2007

Sobre alguém conhecido


Sobre alguém conhecido






Conheço alguém que mora numa gaiola, que está a aprender a voar de novo. A olhar as asas de novo, a perceber a textura das penas, a reencontrar a alma de pássaro e homem. Parece-me no timbre de voz, na franqueza com que assume as suas ideias e as suas fragilidades, alguém bonito. Para falarmos ao telefone tem que ficar sempre no mesmo sitio..e isso faz-me rir e sorrir. Nas conversas o tempo voa e sinto que se partilham e contra-argumentam-se valores mas também fragilidades. Nas conversas sobre o Uzo, o Cavaleiro, As leis de Murphy, a inteligência emocional, as sinapses cerebrais criam um o espaço com outras dimensões. No entanto, ele não pode sair da fresta da janela, senão engaiola-se..Risos.



E pela primeira vez na vida alguém me mostrou a importância do chão pegajoso versus bolas de sabão. E isso faz me sorrir.



Quando falamos com alguém temos medo que não nos aceitem. Como se da aceitação do outro viesse a confirmação do nosso valor. E nós somos o que somos independentemente da aceitação. Talvez as pessoas que não nos aceitem nos façam um favor: deixar espaço aberto para conhecermos as que nos aceitam ou pelo menos aquelas que tem a alma aberta para se conhecerem.



Talvez até nem seja tão importante que nos aceitem. Precisamos é de nos aceitar. Talvez não seja tão importante a quem amar, precisamos é de nos amar a nós mesmo para poder aceitar de alma aberta as pessoas que pela nossa vida passam para mostrar outros prismas, outras opiniões, outras formas de estar e de ser.



Estou deserta que essa pessoa se começe a amar a si mesma porque, do poucochinho que conheço, me parece ter muitas razões para isso. Apesar de eu em nada poder contribuir para isso, torço para que isso aconteça, que encontre mil e um motivos para se achar bem consigo
mesmo.
O tempo é fantástico para os caminhos dos ermitas.

14 comentários:

Reflexos da Alma disse...

Olá Marisa !!!
Amei este teu post !!!!
Quanta Verdade, quanta substancia de ser Veradeiro e autentico , independentemente da aceitação dos outros ....
É verdade sim, temos que assumir o que somos, desenvolvendo Caminhos , construindo substractos, adquirindo Conhecimentos ...Evoluindo...
Amando-nos, para podermos Amar os outros ....
Amei !!!!
Um Beijo te deixo !!!

Miosotis disse...

Bi...BiBi...Bi...BiBi...Bi...BiBi...Bi...BIIIIIIIIIIIIIIIII....
CHEGUEI "EU" COM MINHAS ARTES...
RS..RS..RS..RS..RS..
bibibibi.......
SAI DA FREEEEEEEEEENTEEEEEEEEE, SAI DA FRENTE!!!
QUE HOJE ESTOU COM PRESSA, E AINDA TENHO QUE PASSAR, POR MUITOS BLOG'S...
Bi! Bi! Bi!Biiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!
Não quero atropelar ninguém,SAI SAI SAI DA FRENTEEEEEEEE!!!

--- ______
---/__] . \____
--/…._.|….|…._.o
-=’(@)------(@)-´
*****************************************

ESTOU PASSANDO BEM RAPIDINHO COM MEU POSSANTE CARRINHO, SÓ P/ DEIXAR UM OLÁ...
FICA COM DEUS
Beijos doces ao anoitecer
°¤(¯`° ♥ MIOSOTIS ♥ °´¯)¤°

Anónimo disse...

Um “cavaleiro” deu um trambulhão monumental na sua batalha pela felicidade do seu reino.

Enquanto recuperava das entorces e das manchas negras da queda, deixou que o mau tempo lhe oxidasse e inutilizasse a armadura.

As entorces e as manchas negras já passaram... mas há que recuperar a armadura e partir para a conquista de novos mundos.

Para isso conta com a ajuda de alguns bons “cavaleiros” de entre todos os que o rodeiam. Um destes dias deu de caras com mais um(a) “cavaleiro(a)” que se juntou ao seu exército, contribuindo para que ele tenha mais um motivo para acrescentar aos tais mil e um motivos para se achar bem consigo mesmo.

Enquanto todo este exercito lutar em conjunto o reino será de todos um pouco. E não tarda nada vamos ter que arranjar uma távola maior.

Obrigado pela amizade.
E pelas bolinahs de sabão ...

C. disse...

Imagina que cada um de nós abria a sua gaiola do auto-preconceito, da vergonha, do receio de não ser aceite... quantos passarinhos de mil cores trariam mais beleza a este universo...

Querida mana, abramos as nossas asas e voemos por esse horizonte fora...
Viva a Liberdade!!

Rosa Alexandra disse...

Mais um exemplo de como a nosa beleza interna vale mais do que mil palavras!!!! Obrigada por partilhares a minha vida que muito tenho aprendido contigo!!!!Beijoquita grande!!!!!

Anónimo disse...

Vejo que visitaste o meu blog...fico contente! Obrigado pela visita e pelo teu comentário...Marco

Miosotis disse...

Passei para deixar um beijo e o desejo de Boa Noite!
Até amanhã

Reflexos da Alma disse...

Olá Marisa ,
Aqui passei para te deixar uma Beijoka e Bfs !

Anónimo disse...

Amiga, és sem duvida uma luz muito autentica, com uma chama muito enérgica que faz sorrir nos piores momentos e rir ás gargalhadas nos melhores.
És sem duvida unica e especial...
És um coraçaozinho cheio de luz e com tanto mas tanto para dar...
Gosto imenso de ti minha borboleta viajante numa bola de sabão...
Muitos beijos
Diana

Reflexos da Alma disse...

Olá Marisa !
Passei para te reler e deixar-te uma Beijoka e votos de uma boa semana ;)

Miosotis disse...

ufccsPassei para deixar um beijo e o desejo de uma boa semaninha.
Fica bem...fica com Deus!

S.M.R. disse...

UM BOM DIA!
SONY:-)

Reflexos da Alma disse...

Olá Amiga !
Voltei a reler-te , como sempre parei e fiquei ... e adorei !
Beijokas

Cleopatra disse...

Há lá uma postagem sobre o Clube dos poetas mortos que fala em aprender a voar!
BJ